O ARRANJO PRODUTIVO LOCAL - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA SERRA GAÚCHA COMO UM SISTEMA DE INOVAÇÃO

Priscila Bresolin Tisott, Tiago Tomielo, Diego Fabrizio Kroth, Pelayo Munhoz Olea, Verena Alice Borelli, Daniele Nespolo

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar se o Arranjo Produtivo Local Tecnologia da Informação da Serra Gaúcha (Trino Polo) pode ser considerado um sistema regional de inovação. Para atingir este objetivo, foi realizada uma revisão acerca dos conceitos de inovação, sistemas de inovação e dos arranjos produtivos locais em si, seguida pela realização de entrevistas semiestruturadas em profundidade com representantes do Trino Polo, de uma empresa associada, da Prefeitura Municipal de Caxias do Sul e uma das instituições de ensino associadas. A análise do conteúdo dos resultados mostrou que as ações do Trino Polo promovem e fomentam as práticas inovadoras, bem como o fortalecimento do setor produtivo da região. As considerações finais mostram, contudo, que os indícios de formalização de conceitos como a Hélice Tríplice e a intenção de promover a inovação não podem constituir, por si só, a formação de um sistema de inovação na região considerada. 


Palavras-chave


Inovação; Sistemas de Inovação; Arranjos Produtivos Locais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24883/ric.v6i1.136

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 Atelier Brasil
Rua Pe. Guilherme Pompeu, 01, Centro
06501-055, Santana de Parnaíba, São Paulo, Brazil
(e-ISSN 2236-210X – DOI 10.24883)

Contato institucional: profdrpassos@gmail.com.br



  Indexadores e Diretórios                    
             


SitesCRASPDOMÍNIO PÚBLICO CAPES l IAFIE l SCIP l IAFIE l USP l FMU  l ABRAIC SEER/IBICT  l ISSN l EventosANPAD l NormasABNT

 

                                                                              Visualização no Brasil e no Mundo por localização e período