ARTEFATO PARA FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE EMPRESAS: UMA APLICAÇÃO

Winston Aparecido Andrade, José Luiz Contador, José Celso Contador

Resumo


Apresenta-se nesse artigo o processo utilizado na construção de um artefato para formulação da estratégia competitiva de empresas de produção de embalagens industriais, ilustrando sua utilização pela aplicação em uma dessas empresas. Adotou-se na sua modelagem o processo fornecido pelo modelo de campos e armas da competição (CAC) cuja justificativa para sua adoção é feita por meio de um estudo comparativo com as duas principais correntes da perspectiva da vantagem competitiva (Porter e RBV). O artefato foi construído com base em uma empresa piloto e testado em quatro outras empresas do mesmo segmento de negócio, todas elas de pequeno porte. Foi avaliado por meio de questionário submetido a essas quatro empresas, tendo obtido reconhecimento bastante positivo dos empresários, tanto sobre a eficácia do processo em fornecer alternativas de estratégias competitivas aceitáveis, como sobre a efetividade do software que dá suporte ao artefato. Aplica-se a qualquer empresa de produção de embalagens, pois fundamenta-se no rol de armas (recursos interno da empresa) da competição que é o mesmo para um mesmo segmento de negócio, conforme propõe o CAC


Palavras-chave


Vantagem competitiva; Formulação de estratégias competitivas; Artefato; Empresa de produção de embalagens

Texto completo:

PDF

Referências


ACKOFF, R. L. e SASIENI, M. W. Pesquisa Operacional. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1971.

AKEN, J. E., van, e ROMME, G. Reinventing the future: adding design science to the repertoire of organization and management studies. Organization Management Journal, v. 6, n. 1, p. 5-12, 2009

AKEN, J. E., van. Management Research as a Design Science: Articulating the Research Products of Mode 2 Knowledge Production in Management. British Journal of Management, v. 16, n. 1, p. 19-36, 2005.

BARNEY, J.B. Firm resources and sustained competitive advantage. Journal of Management, v. 17, n. 1, p. 99-120, 1991.

CONTADOR, J. C. Campos e armas da competição. São Paulo: Saint Paul, 2008.

CONTADOR, J. C. Campos da Competição. Revista de Administração da USP, v. 30, n. 1, p. 32-45, 1995a.

CONTADOR, J. C. Armas da Competição. Revista de Administração da USP, v. 30, n. 2, p. 50-64 , 1995b.

HAFSI, T. e MARTINET, A. C.. Estratégia e gestão estratégica das empresas: um olhar histórico e crítico. Revista de Administração Contemporânea, n. 12, v. 4, p. 1131-1158, 2008.

HEVNER, A. R.; MARCH, S. T. e PARK, J. Design science in Information Systems Research. MIS Quarterly, v. 28, n. 1, p. 75-105, 2004.

HITT, M. A.; IRELAND, R. D. e HOSKISSON, R. E. Administração Estratégica: Competitividade e Globalização. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2008.

KROGH, G.; ROSS, J. A perspective on knowledge, competence and strategy. Personal Review, v. 24, n. 3, p. 56-761995.

MENON, H. L.; CONTADOR, J. C.; CONTADOR, J. L. Influência da estratégia competitiva na avaliação do valor de mercado da ação. In: XVIII Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais, 2015, São Paulo. Anais do XVIII Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais, 2015. p. 1-16.

PARNELL, J. A. Generic strategies after two decades: a reconceptualization of competitive strategy. Management Decision, v 44, n 8, p 1139-1154, 2006.

PETERAF, M.A. The cornerstones of competitive advantage: a resource-based view. Strategic Management Journal, v. 14, n. 3, p. 179-88, 1993.

PORTER, M. Competitive Advantage. New York: Free Press, 1985.

PORTER, M. Competitive Strategy. New York: Free Press, 1980.

PORTER, M. How competitive forces shape strategy. Harvard Business Review, v. 57, n. 2, p. 137-145, 1979.

PRAHALAD, C. K. e HAMEL, G. The core competence of the corporation. Harvard Business Review, v. 68, n. 3, p. 79-81, 1990.

RAYMUNDO, R.V.; CONTADOR, J.L. e CONTADOR, J.C. Abordagem da Estratégia Competitiva e Formulação de Estratégias Empresariais. Revista, Pensamento Contemporâneo em Administração, Rio de Janeiro, v. 7, n. 4, p. 136-161, out/dez 2013.

RAYMUNDO, R. V.; CONTADOR, J. L. e CONTADOR, J. C. Formulação da estratégia competitiva com auxílio de artefatos. RAI : Revista de Administração e Inovação, v. 11, p. 281-308, 2014.

WASTELL, D, J.; SAUER, J. e SCHMEINK, C. Time for a “design turn” in IS innovation research? A practice report from the home front. Information Technology & People, v. 22, n. 4, p. 335–350, 2009.

ZACCARELLI, S. B. Estratégia e sucesso nas empresas. São Paulo: Saraiva, 2000.




DOI: https://doi.org/10.24883/ric.v6i1.162

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 Atelier Brasil
Rua Pe. Guilherme Pompeu, 01, Centro
06501-055, Santana de Parnaíba, São Paulo, Brazil
(e-ISSN 2236-210X – DOI 10.24883)

Contato institucional: profdrpassos@gmail.com



  Indexadores e Diretórios                    
             


SitesCRASPDOMÍNIO PÚBLICO CAPES l IAFIE l SCIP l IAFIE l USP l FMU  l ABRAIC SEER/IBICT  l ISSN l EventosANPAD l NormasABNT

 

                                                                              Visualização no Brasil e no Mundo por localização e período