A GESTÃO DE COMPETÊNCIAS COMO UMA DAS IMPORTANTES ESTRATÉGIAS PARA O FOMENTO DA INOVAÇÃO DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES

Adilson Cunha Costa

Resumo


 Este artigo teve por objetivo discutir sobre as possíveis contribuições da gestão de competências para a inovação nas organizações. Atribuiu-se a devida importância ao assunto, porque uma organização, que incorpore entre as suas estratégias fundamentais a valorização de uma gestão de competências que priorize a inovação, pode aumentar o seu potencial competitivo no mercado em que atua. O estudo, quanto aos procedimentos metodológicos, foi de caráter exploratório e qualitativo, instrumentalizado por uma revisão bibliográfica sobre as principais teorias que norteiam o tema. Por fim, apresentou-se algumas perspectivas novas para o alinhamento da gestão de competências ao processo de inovação dentro das organizações, através de três eixos fundamentais: o estratégico, o de processo e o de gestão de pessoal.


Palavras-chave


Gestão de Competências; Competitividade; Inovação; Strategic management; Competency Management; Innovation

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

AMORIM, T. N. G. F.; SILVA, L. B. Gestão estratégica de pessoas e inovação: uma parceria essencial. RAUnP - Revista Eletrônica do Mestrado Profissional em Administração da Universidade Potiguar, Natal/RN, v. 4, n. 1, p. 33-42, 2011. Disponível em: https://repositorio.unp.br/index.php/raunp/article/view/177. Acesso em: 13 abr. 2016.

ANDRADE, R. K.V.; AMORIM, L. P.; GOMES, D.S. A importância da utilização da inovação como estratégia competitiva nos negócios. Revista de Administração do UNISAL, São Paulo v. 4 n. 6, p. 1-18, 2014.

ANDRADE, S.M. Alinhamento entre a estratégia de Gestão de Pessoas e a estratégia Inovação: Um estudo de empresas inovadoras. In: XV SEMINÁRIO EM ADMINISTRAÇÃO-SEMEAD, 2012, São Paulo. Disponível em : http://www.progep.org.br/MelhoresEmpresas/InfoDocs/Alinhamento%20entre%20a%20estrat%C3%A9gia%20de%20Gest%C3%A3o%20de%20Pessoas%20e%20a%20estrat%C3%A9gia%20Inova%C3%A7%C3%A3o%20%20Um%20estudo%20de%20empresas%20inovadoras.pdf. Acesso em: 17 maio 2016.

ARAÚJO, A.K.; ARAÚJO, R.M. A inovação de processos: um estudo no segmento de restaurante. Revista de Cultura e Turismo, Ilhéus/BA, n. 3, p. 1-21, 2013. Disponível em http://www.uesc.br/revistas/culturaeturismo/ano7-edicao3/8.pdf. Acesso em: 3 abr. 2016.

BARBOSA, A. C; CINTRA, Leandro P. Inovação, competências e desempenho Organizacional- Articulando Construtos e sua Operacionalidade. Future Studies Research Journal, v. 4, n.1, p. 31- 60, 2012.

BECKER, J.; BRITO, R. R. Competências organizacionais e suas interações como Fator de Inovação: Estudo de Caso em uma Empresa de Varejo. In: IX Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, outubro de 2012. Disponível em: http://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos12/43816492.pdf. Acesso em: 8 jun. 2016.

BENEVIDES et al. Competências individuais e modernidade organizacional: um estudo comparativo entre profissionais de organizações mineiras e baianas. Revista Gestão e Produção, São Carlos, vol. 23, n. 2, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=0104530X20160002&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 4 set. 2016.

BICHUETI, et al. A Maturidade Inovadora em Indústrias de Santa Maria/RS: Um estudo milti-casos no Distrito Federal. In: VII ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS DA ANPAD, 22 de maio de 2012, Curitiba. Anais..., Curitiba: ENEO, 2012. Disponível em: http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/EnEO/eneo_2012/2012_ENEO360.pdf. Acesso em 13/12/2015.

BITENCOURT, C.; BARBOSA, A. Gestão de competências: articulando indivíduos, organizações e sociedade. In: BITENCOURT, Cláudia (Org.). Gestão contemporânea de pessoas. 2ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

BRAMBILLA, F. R.; KAERCHER, A. R.; SOUZA, C. H. (2014). Implantação da Gestão por Competências: Análise Qualitativa no departamento industrial de um fabricante de cigarros. Revista Brasileira de Gestão e Inovação, Caxias do Sul/ RS, v. 1, n. 2, 2014.

BRIDA, M.de; SANTOS, J.N. O Alinhamento entre a Estratégia e as Competências Organizacionais: o caso de uma empresa nacional líder do segmento de revestimentos cerâmicos. Revista de Ciências da Administração, Florianópolis, v. 13, n. 31, p. 210-242, 2011.

CASAGRANDA, A.C., PACINI, E.P.; SCHOENINGER, A. Influência da cultura organizacional no processo de inovação: estudo de caso em uma indústria moveleira de Portugal. In: IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE GESTÃO DE PROJETOS, INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE, Anais do IV SINGEP, 08, 09 e 10/11/2015. Disponível em: http://www.singep.org.br/4singep/resultado/466.pdf. Acesso em: 27 mar. 2016.

CORTELLA, S. (2015). Qual é a tua obra? Petrópolis: Ed. Vozes, 2015.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DALMOLIN, C. C; FIGUEIRA, T. G. Mapeamento de competências gerenciais no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. In: CONGRESSO CONSAD DE GESTÃO PÚBLICA, abr.2013, Brasília. Anais...Brasília: CONSAD, 2013 p. 16-18. Disponível em:. Acesso em: 2 maio 2016.

DUTRA, J. S. Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. 11. Reimp. São Paulo: Atlas, 2013.

FARIA, M.F. B.; FONSECA, M.V. A. de A. Cultura de Inovação: Conceitos e Modelos Teóricos. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v.18, n.4, July/Aug.2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000400372#B38. Acesso em: 21 mar. 2016.

FAZION, C. B.; MEROE, G. P.S; SANTOS, A. B.A. dos. Inovação: Um Estudo sobre a Evolução dos Conceitos de Schumpeter. Caderno de Administração da Revista da Faculdade de Administração da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, v.1, n.1, 2011. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/caadm/article/view/9014/6623. Acesso em: 12 mar. 2015.

FERREIRA, A. B. de. Novo dicionário da língua portuguesa: versão 7.0. Curitiba: Positivo, 2010. Cd-Rom.

FILENGA, D.; VIEIRA. A.M. Gestão por competências: retórica organizacional ou prática da gestão de pessoas? Qualit@s Revista Eletrônica, Rio de Janeiro, v.13, n. 1, 2012.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L. Estratégias empresariais e formação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópio da indústria brasileira. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

FLEURY, A.; FLEURY, M T. L.; BORINI, F.M. The Brazilian Multinationals' Approaches to Innovation. Journal of International Management, v. 19, p. 260–275, 2013.

GAZOLA, E.C.; SILVA, E.C. de. Estratégias de produção e a relação com a prática de inovação tecnológica. Revista de Administração IMED, Passo Fundo/RS, v. 6, n .1, p. 4-18, 2016.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HOUAISS, A. Dicionário Eletrônico da Língua Portuguesa. Versão 2.0. Editora Objetiva, Abril de 2009.

LOPES, H. C. O desenvolvimento econômico: uma proposta de abordagem teórica evolucionária e institucionalista. Revista de Estudos Econômicos, São Paulo, v.45, n.2, p.377-400, São Paulo, abr./jun. 2015.

LUZ, A.S.; TEIXEIRA, A.P.P. A importância das competências organizacionais: uma análise da percepção de gestores. Revista Diálogo, Canoas, n. 26, p. 111-120, 2014.

MEDEIROS, D.O.; MORAES, R., A.de; SILVA, M. Carlos A. da. ( 2016). Inovação e Resistência à Mudança. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA E GESTÃO, 08 e 09 de agosto de 2014, Rio de Janeiro, RJ. Disponível em: http://www.inovarse.org/sites/default/files/T14_0266_7.pdf. Acesso em 25/02/2016. Acesso em: 7 out. 2015.

MELLO, C.M. Abordagens e procedimentos qualitativos: implicações para pesquisas em organizações. Revista alcance, Itajaí/SC, v. 21, n. 2, p. 324-349, 2014.

MOTA, R.; SCOTT, D. Educating for innovation and independent learning. Oxford: Elsevier, 2014.

NEUMANN, C. Gestão de Sistemas de Produção e Operações: Produtividade, lucratividade e competitividade. Editora Elsevier: São Paulo, 2013.

NOBRE, E. et al. Capacidade de inovação nas empresas incubadoras. Holos, Natal, v. 3, ano 32, p. 198-217, jun. 2016. Disponível em:

OLIVEIRA, C. A.A. de; SALUM, F. A.; RENNÓ, L. Caso de Inovação Fiat Automóveis- Gestão de Competências para Inovação. Fundação Dom Cabral, Nova Lima, MG, 2012. Disponível em: http://acervo.ci.fdc.org.br/AcervoDigital/Casos/Casos%202012/CF1210.pdf. Acesso em: 23 fev. 2016.

ORGANIZAÇÃO PARA COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO – OCDE. Manual de Oslo: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3. Ed. 2005. Disponível em: http://download.finep.gov.br/imprensa/oslo2.pdf. Acesso em 4 jun. 2015.

PEDROZO, E. A.; SILVA, T. N. da; WINKLER, N. C. Reflexões Sobre Os Limites Da Contribuição De Schumpeter: Para Uma Inovação Sustentável Transformadora. In: XXXVIII Encontro do ANPAD, Rio de Janeiro, 13 a 17 de setembro de 2014. Disponível em:http://www.anpad.org.br/admin/pdf/2014_EnANPAD_GCT1954.pdf. Acesso em: 3 jun. 2015.

QUEIROZ, A. C. S.; ALBUQUERQUE, L. G.; MALIK, A. M. Gestão estratégica de pessoas e inovação: estudos de caso no contexto hospitalar. Revista de Administração, São Paulo, v.48, n.4, p. 658-670, 2013.

REINA, Márcia. A importância de uma Gestão Estratégica para o Processo de Inovação nas Empresas. XI CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO. 13 e 14 de agosto de 2015, Rio de Janeiro, RJ. Disponível em: http://www.inovarse.org/sites/default/files/T_15_105.pdf. Acesso em: 23 jan. 2016.

SCHUMPETER, J.A. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros capital, crédito, juros e o ciclo econômico. São Paulo: Nova Cultura, 1996.

SILVA, J. C.L. da; SOUZA, A. C.A.A de. Dimensões da Inovação Social e Promoção do Desenvolvimento Econômico Local no Semiárido Cearense. In: XXXVIII encontro da ANPAD, Rio de Janeiro, 13 a 17 de setembro de 2014. Disponível em: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/GCT283.pdf. Acesso em: 08/03/2016.

SILVEIRA, J. D. C. A.; OLIVEIRA, M. A. Inovação e desempenho organizacional: um estudo com empresas brasileiras inovadoras. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 8, n. 2, p. 64-88,

SOARES, E. C. A formação e o investimento das organizações nos seus capitais humanos: um estudo de caso sobre a importância da avaliação da formação. Revista Científica Exedra, Coimbra, nº 8, 2013, p. 77-89. Disponível em: http://www.exedrajournal.com/wp-content/uploads/2014/09/06.pdf. Acesso em: 10 abr. 2016.

STOECKICHT, I. P. SOARES, C. A. P. A importância da gestão do capital social para o desenvolvimento da capacidade de inovar em empresas brasileiras. Revista de Inovação, Gestão e Produção- INGEPRO, v. 2, n. 10, 2010.

TACHIZAWA, T.; FERREIRA, V.C.P.; FORUNA, A.F.M. Gestão com pessoas: uma abordagem aplicada às estratégias de negócios. 5 ed. São Paulo: FGV, 2006.

TERRA, J. C. et al. 10 dimensões da gestão da inovação: uma abordagem para a transformação organizacional. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

VASCONCELOS, M. A. Gestão de Inovação nas Organizações. Fórum de Inovação da FGV-EAESP, outubro de 2012. Disponível em: http://inovforum.fgv.br/artigos/gestao-de-inovacao-nas-organizacoes/.Acesso em: 12/06/2015.

UBEDA, C. L.; SANTOS, F. C. A. Os principais desafios da gestão de competências humanas em um instituto público de pesquisa. Gestão da Produção. São Carlos, v. 15, n. 1, p. 189-199, 2008.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 15 ed. São Paulo: Atlas, 2014.

VIDOTTO, J.D.F.; BENTANCOURT, S. M.P.; BASTOS, R.C. Reflexões sobre a percepção do capital humano nas últimas cinco décadas. International Journal of Knowledge Engineering and Management, v.4, p.169-187, 2015. Disponível em: http://incubadora.periodicos.ufsc.br/index.php/IJKEM/article/view/3535/4289. Acesso em: 19 fev. 2016.

VIEIRA, G. Abrindo a caixa preta da mudança organizacional para a inovação tecnológica. Desafio Online, Campo Grande, v. 2, n. 1, 2016. Disponível em: seer.ufms.br/index.php/deson/article/download/2085/1340. Acesso em 7 jul. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.24883%2Fric.v7i2.217

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


 Atelier Brasil
Rua Pe. Guilherme Pompeu, 01, Centro
06501-055, Santana de Parnaíba, São Paulo, Brazil
(ISSN 2236-210X – DOI 10.24883)

Contato institucional: senioreditorial@inteligenciacompetitivarev.com.br



  Indexadores e Diretórios                    
             


SitesDOMÍNIO PÚBLICO CAPES l IAFIE l SCIP l IAFIE l USP l FMU  l ABRAIC SEER/IBICT  l ISSN l EventosANPAD l NormasABNT

 

Visualização no Brasil e no Mundo por localização e período: