APLICAÇÃO DA INTELIGÊNCIA ESTRATÉGICA ANTECIPATIVA COLETIVA A MICROEMPRESA DO DISTRITO FEDERAL

Layla Valeska Pêgo Lopes, Roberto Campos da Rocha Miranda

Resumo


Este trabalho tem como finalidade mostrar como as empresas podem analisar o seu ambiente de negócios e ampliar sua competitividade utilizando o Método Lescanning®. O método Lescanning® auxilia os gestores no processo de tomada de decisão, facilita a análise do ambiente externo e de suas constantes mudanças. A metodologia empregada envolve pesquisa bibliográfica, exploratória, de campo e quantitativa, além de traduzir em estudo de caso realizado na microempresa Bazar das Amigas, localizada no Distrito Federal. Os resultados indicam que a Inteligência estratégica antecipativa coletiva e o Método Lescanning® são úteis para obter informações, analisá-las e assim, gerar vantagem competitiva e atingir os objetivos organizacionais.


Palavras-chave


Inteligência estratégica antecipativa coletiva; Ambiente externo; Competitividade; Método Lescanning®; Sinais fracos

Texto completo:

PDF PDF

Referências


ANDRADE, R. O. B.; AMBONI, N. Teoria Geral da Administração. 2.ed. Rio de Janeiro, Campus, 1991.

ANSOFF, I. A nova estratégia empresarial. 1.ed. São Paulo, Atlas, 1991.

ANSOFF, Igor. Managing Strategic Surprise by Response to Weak Signals. California Ma-nagement Review, v. 18, n. 2. 1975

CARON-FASAN, M. L; JANISSEK-MUNIZ, R. Análise de Informações de Inteligência Estratégica Antecipativa: proposição de um método, caso aplicado e experiências. RAUSP, v.39, n.3, 2004.

CERTO, S. C.; PETER, J.P. Administração estratégica: planejamento e implantação de estra-tégias. 3. ed. São Paulo: Pearson, 2010.

DRUCKER, P. F. Administrando para o Futuro: dos Anos 90 e a virada do século. 5.ed. São Paulo: Pioneira, 1989.

FONSECA, F.; BARRETO, L. F. B. P. Future Studies Research Journal. São Paulo, v. 3, n. 2, pp. 34 - 58, 2011. Disponível em: . Acesso em: 4 ago. 2015.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1991.

HAUSER, R. M. Causes and Consequences of Cognitive Functioning Across the Life Course. Educ Res. 2010 Mar 1; 39(2): 95–109. Disponível em: Acesso em: 20 abr. 2016.

JANISSEK-MUNIZ, R.; FREITAS, H; LESCA, H. A Inteligência Estratégica Antecipativa e Coletiva como apoio ao desenvolvimento da capacidade de adaptação das organizações. São Paulo: CONTECSI, 2007.

JANISSEK-MUNIZ, R.; LESCA, H.; FREITAS, H. Desenvolvimento da capacidade de an-tecipação pela identificação e captação de indícios antecipativos em contexto de Inteligência Estratégica Antecipativa. Anais... 4º. IFBAE Congresso do IFBAE, 2007, Porto Alegre. Anais... 4ª IFBAE - Congresso do IFBAE, 2007. Disponível em: Acesso em 4 ago. 2015.

LESCA, H. Veillestratégique: laméthode L:E:SCAnning®. Editions SEM. Colombelles, França, 2003. Disponível em:. Acesso em: 4 ago. 2015.

LESCA, H.; FREITAS H.; JANISSEK-MUNIZ, R. Inteligência Estratégica Antecipativa: o Método L.E.SCAnning®. Porto Alegre: Pallotti, 2015.

LESCA, H.; FREITAS H.; JANISSEK-MUNIZ, R. Inteligência Estratégica Antecipativa: uma ação empresarial coletiva e pró-ativa. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul 2003. Disponível em: http://www.ufrgs.br/gianti/files/artigos/2003/2003_124_.pdf>. Acesso em: 4 ago. 2015.

MCGEE, J. V.; PRUSAK, L. Gerenciamento estratégico da informação: aumente a compe-titividade e a eficiência de sua empresa utilizando a informação como uma ferramenta estraté-gica. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; LAMPEL, J. Safári de Estratégia: Um roteiro pela selva do planejamento estratégico. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

NEISSER, U.; BOODOO, G.; BOUCHARD Jr., T. J.; BOYKIN, A. W.; BRODY, N.; CECI, S. J.; HALPERN, D. F.; LOEHLIN, J. C.; PERLOFF, R.; STERNBERG, R. J.; URBINA, S. Intelligence: Knowns and unknowns. American Psychologist, Vol 51(2), Feb 1996, 77-101. Disponível em: . Acesso em: 4 ago. 2015.

OLIVEIRA, D. P. R. Planejamento Estratégico: conceitos, metodologia e práticas. 23.ed. São Paulo: Atlas, 2007.

PORTER, M. E. Estratégia Competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrên-cia. 17.ed. Rio de Janeiro: Campus, 1986.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SILVA, L. F. O trigo, a água e o sangue: as raízes estratégicas do ocidente. 1.ed. Brasília. SENAC-DF, 2013.

STEINER, G. A.; MINER, J. B. Política e estratégia administrativa. 1.ed. Rio de Janeiro: Interciência, 1981.

STERNBERG, R. J; SALTER, W. Conceptions of intelligence. In R. J. Sternberg (Ed.), Handbook of human intelligence (pp. 3-28). New York: Cambridge University Press. 1982.

TARAPANOFF, K. Inteligência organizacional e competitiva. 1.ed. Brasília: UnB, 2001.

TARAPANOFF, K. Técnicas para tomada de decisão nos sistemas de informação. 2.ed. Brasília: Thesaurus, 2000.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1992.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.




DOI: https://doi.org/10.24883/ric.v8i2.273

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 Atelier Brasil
Rua Pe. Guilherme Pompeu, 01, Centro
06501-055, Santana de Parnaíba, São Paulo, Brazil
(e-ISSN 2236-210X – DOI 10.24883)

Contato institucional: profdrpassos@gmail.com.br



  Indexadores e Diretórios                    
             


SitesCRASPDOMÍNIO PÚBLICO CAPES l IAFIE l SCIP l IAFIE l USP l FMU  l ABRAIC SEER/IBICT  l ISSN l EventosANPAD l NormasABNT

 

                                                                              Visualização no Brasil e no Mundo por localização e período