CARACTERISTICAS DOS GESTORES NO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO ESTRATÉGICA EM ORGANIZAÇÕES: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Leonardo Alves de Oliveira Casimiro, Sandra Mara Stocker Lago

Resumo


O estudo identificou as produções acadêmicas que abordam as características dos gestores no processo de tomada de decisão estratégica em organizações. A pesquisa justifica-se pela fundamental compreensão de como os tomadores de decisões se comportam no processo decisório estratégico, questão central visando o entendimento do comportamento organizacional. O estudo foi de caráter exploratório e descritivo, através de pesquisa bibliográfica. Como base de dados foram utilizados a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) e o catálogo de teses e dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), assim como os principais periódicos da Plataforma Sucupira e os principais eventos da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ANPAD) no período entre 2007 e 2017. Foram selecionados 27 trabalhos que compuseram a amostra final do estudo, sendo realizadas análises quantitativas, buscando indicadores relevantes, além de análises qualitativas evidenciando os temas centrais abordados nos trabalhos. O estudo evidenciou os diferentes aspectos e características no ambiente do processo decisório e do gestor na tomada de decisão estratégica, como: intuição, cognição, valores pessoais, influência da composição do grupo tomador de decisão, racionalidade limitada, poder e liderança, valores organizacionais, estruturas de poder e gênero.


Palavras-chave


Tomada de decisão estratégica. Estratégia. Alto escalão. Revisão sistemática.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, F. J. R. Ética e desempenho social das organizações: um modelo teórico de análise dos fatores culturais e contextuais. Revista de Administração Contemporânea, v. 11, n. 3, p. 105-125, 2007.

AMASON, A. C. Distinguishing the effects of functional and dysfunctional conflict on strategic decision making: Resolving a paradox for top management teams. Academy of management journal, v. 39, n. 1, p. 123-148, 1996.

ANDRIOTTI, F. K.; FREITAS, H. M. R.; MARTENS, C. D. P. Proposição de um Protocolo para Estudo sobre a Intuição e o Processo de Tomada de Decisão. REGE-Revista de Gestão, v. 21, n. 2, p. 163-181, 2014.

BALESTRIN, A. Uma análise da contribuição de Herbert Simon para as teorias organizacionais. Revista Eletrônica de Administração, v. 8, n. 4, 2002.

BIN, D.; CASTOR, B. V. J. Racionalidade e política no processo decisório: estudo sobre orçamento em uma organização estatal. Revista de Administração Contemporânea, v. 11, n. 3, p. 35-56, 2007.

BANTEL, K. A.; JACKSON, S. E. Top management and innovations in banking: Does the composition of the top team make a difference? Strategic management journal, v. 10, n. S1, p. 107-124, 1989.

BRITO, V. G. P.; CAPPELLE, M. C. A.; BRITO, M. J.; SILVA, P. J. A Dinâmica Política no Espaço Organizacional: um Estudo das Relações de Poder em uma Organização Cooperativa. RAC-Eletrônica, v. 2, n. 1, 2008.

BUENO, R. L. P.; AZEVEDO, M. C. Produção científica sobre racionalidade na tomada de decisão organizacional estratégica. Anais do Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração-EnANPAD, v. 35, 2011.

CAMPOS, H.; ARAÚJO, E. M.; MORAES, L. F. R.; KILIMNIK, Z. M. Estilos de liderança e interferência no nível de confiança organizacional: um estudo de caso. Gestão & Planejamento-G&P, v. 14, n. 3, 2013.

CHEN, G.; TREVIÑO, L. K.; HAMBRICK, D. C. CEO elitist association: Toward a new understanding of an executive behavioral pattern. The Leadership Quarterly, v. 20, n. 3, p. 316-328, 2009.

COSTA, L. C. Tomada de decisão por gênero: um olhar sobre homens e mulheres em posição de alta gestão. 2014. Tese de Doutorado.

COGET, J. F.; HAAG, C.; GIBSON, D.E. Anger and fear in decision-making: The case of film directors on set. European Management Journal, v. 29, n. 6, p. 476-490, 2011.

CREPALDI, A. M. Influência da estratégia e da experiência sobre a tomada de decisão estratégica em hospitais: um estudo multicaso. 2017. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

EISENHARDT, K. M.; BOURGEOIS III, L. J. Política de tomada de decisão estratégica em ambientes de alta velocidade: em direção a uma teoria midrange. Academy of management journal, v. 31, n. 4, p. 737-770, 1988.

EISENHARDT, K. M.; ZBARACKI, M. J. Strategic decision making. Strategic management journal, v. 13, n. S2, p. 17-37, 1992.

FINKELSTEIN, S.; HAMBRICK, D. C. Top-management-team tenure and organizational outcomes: The moderating role of managerial discretion. Administrative science quarterly, p. 484-503, 1990.

FINKELSTEIN, S.; HAMBRICK, D. C.; CANNELLA, A. A. Liderança estratégica: teoria e pesquisa sobre executivos, equipes de alta gerência e diretorias. Gestão Estratégica (Oxford U, 2009).

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007

HAMBRICK, D. C.; MASON, P. A. Upper echelons: The organization as a reflection of its top managers. Academy of management review, v. 9, n. 2, p. 193-206, 1984.

HAMBRICK, D. C. Teoria dos escalões superiores: uma atualização. Academia de revisão de gestão, v. 32, n. 2, p. 334-343, 2007.

JEHN, K. A. A.; Multimethod examination of the benefits and detriments of intragroup conflict. Administrative science quarterly, p. 256-282, 1995.

KRAKAUER, P. V. C. A utilização das informações do ambiente no processo de decisão estratégica: estudo com empresários brasileiros e americanos de pequenas e médias empresas. 2011. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

LUDKIEWICZ, Helena França Fernandes. Processo para a tomada de decisão estratégica: um estudo de caso na parceria banco e varejista. 2008. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-07102008-161710/en.php

MACCALI, N.; MINGHINI, L.; WALGER, C. D. S.; ROGLIO, K. D. D. O método de história de vida: Desvendando a subjetividade do indivíduo no estudo das organizações/Life history method: Unraveling the subjectivity of the individual in the study of organizations. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 15, n. 3, p. 439-468, 2014.

MACCALI, Nicole. Influências de valores pessoais de gestores estratégicos no processo decisório organizacional. 2015. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Paraná. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/40940

MARCH, J. G.; SIMON, H. A. Limites cognitivos da racionalidade. Teoria das organizações. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, p. 192-220, 1975.

MARGON, J.; POUBEL, L. Tomada de decisão estratégica em organizações complexas: A dinâmica de processos decisórios colegiados em uma Universidade pública. Pensamento & Realidade. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração-FEA. ISSN 2237-4418, v. 31, n. 3, p. 19, 2016.

MEDEIROS, R. A. Processo decisório: uma definição. Pensamento & Realidade. ISSN 2237-4418, v. 5, 1999.

MINAYO, M. C. Pesquisa social: teoria e método. Petrópolis: vozes, 2002.

MIRANDA, A. B.; SANT'ANNA, A. S. Liderança e Valores no Nível da Formulação e Implementação Estratégica na Gestão Pública Local: Um Estudo em Município Mineiro sob Influência da Sudene. In: VIII Encontro de estudos em estratégia - 3Es, 2017, Curitiba. ANPAD - 2017, 2017.

MORESI, E. Metodologia da pesquisa. Brasília: Universidade Católica de Brasília, v. 108, p. 24, 2003.

NUTT, P. Building a decision making action theory. Handbook of Decision Making. Chichester: John Wiley & Sons, p. 155-196, 2010.

PAIVA, K. C. M.; GONÇALVES, M. S. M. Tempo e gerência: Um estudo com gestores de um shopping center de belo horizonte (MG). Gestão & Planejamento-G&P, v. 15, n. 1, 2013.

PASSOS, J. S. L. Relação entre potencial empreendedor e estilo de tomada de decisão em proprietários de micro e pequenas empresas. 2015. Dissertação. Universidade Federal do Paraná. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/38363

PELLED, L. H.; EISENHARDT, K. M.; XIN, K. R. Exploring the black box: An analysis of work group diversity, conflict and performance. Administrative science quarterly, v. 44, n. 1, p. 1-28, 1999.

PEREIRA, B. A. D.; LOBLER, M. L.; SIMONETTO, E. O. Análise dos modelos de tomada decisão sob o enfoque cognitivo. Revista de Administração da UFSM, v. 3, n. 2, p. 260-268, 2010.

PORTO, M. C. G. Contribuições ao processo de tomada de decisão estratégica a partir dos conhecimentos da neurociência cognitiva. 2015. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-113530/en.php

RAMOS, S. C.; TAKAHASHI, A. R. W.; ROGLIO, K. D. D. Análise da produção nacional sobre processo decisório no período de 2004-2014. Contextus–Revista Contemporânea de Economia e Gestão, v. 13, n. 3, p. 156-184, 2015.

Ribeiro, I. Influência dos membros do conselho na tomada de decisão estratégica em um grupo empresarial familiar de grande porte. 2016. Tese de doutorado. Universidade Nove de Julho – UNINOVE. Disponível em: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1451

RIBEIRO, I.; SERRA, F. A.; MARIETTO, M. L.; SERRA, B. P. Tomada de Decisão Estratégica: Mapeamento das Pesquisas a Partir da Análise Fatorial Exploratória e Escalonamento Multidimensional. Revista Contabilidade, Gestão e Governança, v. 20, n. 1, p. 91-112, 2017.

RIBEIRO, I.; SERRA, F. A.; SERRA B. P. Relações teóricas e conceituais em tomada de decisão estratégica. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 9, n. 2, p. 58-86, 2016.

ROCHA, C. M.; CASTRO, M. B.; AGNES, J. S. Reflexos Cognitivos no Processo de Tomada de Decisão: O Caso de uma Comarca do Tribunal de Justiça do Paraná. In: IX Encontro de Estudos Organizacionais (EnEO), 2016, Belo Horizonte. Rio de Janeiro: ANPAD, 2016. v. 1. p. 1-12.

SAMPAIO, R.F.; MANCINI, M. C. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista brasileira de fisioterapia, v. 11, n. 1, p. 83-89, 2007.

SERRA, B. P; TOMEI, P. A.; SERRA, F. A. A pesquisa em tomada de decisão estratégica no alto escalão: evolução e base intelectual do tema. Revista de Ciências da Administração, v. 16, n. 40, 2014.

SILVEIRA, D. T.; CÓRDOVA, F. P. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, v. 1, 2009.

SIMON, Herbert Alexander. Comportamento administrativo: estudo dos processos decisórios nas organizações administrativas. FGV, 1979.

SIQUEIRA, E. S.; BINOTTO, E.; LEITE, Y. V. P.; SIQUEIRA FILHO, V. Liderança e decisão sob a perspectiva de um seriado. Gestão e Sociedade, v. 6, n. 13, p. 90-113, 2012.

SMITH, N.; SMITH, V.; VERMER, M. As mulheres na alta gerência afetam o desempenho das empresas? Um estudo de painel de 2.500 empresas dinamarquesas. International Journal of Productivity and Performance Management, 55 (7), 569-593, 2016.

WIERSEMA, M. F.; BANTEL, K. A. Demografia da alta direção e mudança estratégica corporativa. Revista Academy of Management, v. 35, n. 1, p. 91-121, 1992.

WOWAK, A. J.; HAMBRICK, D. C. A model of person‐pay interaction: how executives vary in their responses to compensation arrangements. Strategic Management Journal, v. 31, n. 8, p. 803-821, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.24883%2Fric.v8i4.291

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


 Atelier Brasil
Rua Pe. Guilherme Pompeu, 01, Centro
06501-055, Santana de Parnaíba, São Paulo, Brazil
(e-ISSN 2236-210X – DOI 10.24883)

Contato institucional: profdrpassos@gmail.com.br



  Indexadores e Diretórios                    
             


SitesDOMÍNIO PÚBLICO CAPES l IAFIE l SCIP l IAFIE l USP l FMU  l ABRAIC SEER/IBICT  l ISSN l EventosANPAD l NormasABNT

 

Visualização no Brasil e no Mundo por localização e período: