EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL: estudo de caso na Associação de Agricultores de Hortifrútis Orgânicos na cidade de Juazeiro Do Norte – CE

Gardênia Monique Ferraz Souza, Márcia Maria Leite Lima

Resumo


RESUMO

O presente estudo dispõe-se de analisar a visão empreendedora na Associação Produtiva dos Moradores e Pequenos Agricultores da Comunidade Vila Logradouro, identificando os principais desafios em produzir e comercializar alimentos orgânicos na cidade de Juazeiro do Norte – CE. Os pequenos produtores, comumente apresentam dificuldades para atingir um bom desempenho econômico. Com a formação de associações lhes garante um desempenho melhor para competir no mercado. Como procedimento metodológico, trata-se de um estudo de caso com uma pesquisa descritiva de cunho qualitativo, aplicada através de uma entrevista semiestruturada composta por um questionário com 15 (quinze) perguntas, dentre elas objetivas e subjetivas, respondidas pela Presidente da associação, com um auxílio de um gravador de voz. Os resultados demonstram que a Presidente, com a sua visão empreendedora e persistência mediante a associação, propôs melhorias ao Sítio Logradouro, gerando benefícios, oportunidades de crescimento e desenvolvimento. Pôde-se perceber que as práticas executadas foram de suma importância para ocasionar vários efeitos positivos na comunidade.

 

Palavra-chave: Empreendedorismo Sustentável. Associativismo. Produtos Orgânicos.

 

ABSTRACT

This study aims to analyze the entrepreneurial vision of the Vila Logradouro Community Residential and Small Farmers Productive Association, identifying the main challenges in producing and marketing organic foods in the city of Juazeiro do Norte - CE. Small producers often have difficulty achieving good economic performance. The formation of associations guarantees them a better performance to compete in the market. As a methodological procedure, it is a case study with a descriptive research of qualitative nature, applied through a semi-structured interview consisting of a questionnaire with 15 (fifteen) questions, among them objective and subjective, answered by the President of the association, with an aid of a voice recorder. The results demonstrated by the President, with his entrepreneurial vision and persistence through an association, propose improvements in Sítio Logradouro, generating benefits, opportunities for growth and development. It could be seen that the practices performed were of great importance for occasional various positive effects on the community.

 

Keyword: Sustainable Entrepreneurship. Associativism. Organic Products.


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

ACIF – Associação Comercial e Industrial de Florianópolis. Conheça as vantagens que o associativismo oferece à classe empresarial. 2018. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2019.

AMARAL, I. G. Associativismo e Cooperativismo. 2012. Disponível em: . Acesso em: 27 abr. 2019.

BARBIERI, J. C. Responsabilidade Social empresarial e empresa sustentável: da teoria à prática / José Carlos Barbieri, Jorge Emanuel Reis Cajazeira. 3° ed. São Paulo: Saraiva, 2016.

BARRETO, L. P. Educação para o empreen¬dedorismo. Educação Brasileira, 1998.

BETA EQ – Empresa Brasileira de Comunicação e Ensino sobre Engenharia Química. Produtos Orgânicos Promovendo a Sustentabilidade. 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2019.

BIAGIO, Luiz Arnaldo. Empreendedorismo: Construindo seu projeto de vida. 1°ed. São Paulo: Manole, 2012.

BONASSI, Fábio Angelo; LISBOA, Teresinha Covas. O associativismo como estratégia competitiva no varejo: um estudo de caso na Aremac-am – Associação Regional de Empresas de Materiais de Construção da Alta Mogiana. Revista Eletrônica de Administração, Facef, 03 ed. v. 2, jul/dez, 2003.

BRASIL. Lei Federal Nº 10.831, de 23 de dezembro de 2003. Dispõe sobre a agricultura orgânica e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 02 abr. 2019.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

CHIAVENATO, I. Empreendedorismo: dando asas ao espírito empreendedor. São Paulo: Saraiva, 2004.

COHEN, B., & WINN, M. (2007). Market imperfections, opportunity and sustainable entrepreneurship. Journal of Business Venturing, 22, pp. 29-49.

DEGEN, R. J. O Empreendedor: Empreender como Opção de Carreira. Ed Pearson Pratice Hall, 2009, São Paulo.

DOLABELA, Fernando. Oficina do Empreendedor: A metodologia de ensino que ajuda a transformar conhecimento em riqueza. São Paulo: Cultura, 1999.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. São Paulo: Campus, 2001.

______________. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

DRUCKER, P. F. Inovação e espírito em¬preendedor: práticas e princípios. São Paulo: Pioneira, 1998.

FILION, Louis Jacques. O planejamento do seu sistema de aprendizagem empresarial. RAE – Revista de Administração de Empresas. FGV, São Paulo, jul./set. 1991.

GIBBS, D. (2009). Sustainability entrepreneurs, ecopreneurs and the development of a sustainable economy, Greener Management International, 55, 63-78.

GODOY, Arilda Schmidt. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. RAE – Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 57-63, 1995.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar. Rio de Janeiro: Record, 1997.

HISRICH, R. D., & PETER, M. P. Empreende¬dorismo. Porto Alegre: Bookman, 2004.

IBQP – Instituto Brasileiro Qualidade e Produtividade. Cresce número de jovens empreendedores no Brasil. 2018. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2019.

LAPENDA, J. Sustentabilidade empresarial. 2017. Disponível em: . Acesso em: 38 mar. 2018.

MAPA – Mistério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Associativismo rural. 2016. Disponível em: . Acesso em: 27 abr. 2019.

______________. Orgânicos. 2019. Disponível em: . Acesso em: 19 mar. 2019.

______________. Regularização da Produção Orgânica. 2019. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2019.

MARCONI, M. A; LAKATOS E.M. Metodologia Científica. São Paulo, Atlas, 2009

MENEZES, U. G. D. Estratégia de inovação sustentável: um estudo multicasos no setor químico. In: Seminários de Administração, 2010, São Paulo: Anais. São Paulo: SemeAd, 2010.

MORGAN, G. Imagens da Organização. São Paulo: Atlas, 1996.

NOGUEIRA, C. R.; BRASIL, S. A. Empreendedorismo sustentável: um estudo de caso sobre o processo de criação de empreendimento sustentável. Empreendedorismo, Gestão e Negócios, v. 5, n. 5, p. 172-196, Marco, 2016.

ORGANIS – Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável. Consumo de produtos orgânicos no Brasil: Primeira pesquisa nacional sobre o consumo de orgânicos. 2017. Disponível em: . Acesso em: 31 ago. 2019.

PARRISH, B. D. Sustainability Entrepreneurship: Design Principles, Practices, and Paradigms. Leeds, UK: University of Leeds, 2008.

PARRISH, B. D., & FOXON, T. J. (2009). Sustainability entrepreneurship and equitable transitions to a low-carbon economy, Greener Management International, 55, 47-62.

PINHEIRO. L. Conheça as vantagens que o associativismo oferece à classe empresarial. 2018. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2019.

PROTESTE – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor. PROTESTE alerta: 80% dos brasileiros querem mudar hábitos alimentares. 2017. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2019.

RIVA, Ludovico Wellmann Da. Cadeia produtiva de alimentos e produtos orgânicos [livro eletrônico] / Organizadores: Wilma Spinosa, Thais de Souza Rocha, Gabriel Benassi Yamashita; colaboradores: Elza Iouko Ida, Karla Bigetti Guergoletto, Renan Nunes de Araújo. – Londrina: UEL, 2018. Disponível em: < http://www.uel.br/cca/dcta/pages/arquivos/Livro%20Org%C3%A2nicos.pdf>. Acesso em: 02 out. 2019.

SCHUMPETER, J. A. A teoria do desenvolvi¬mento econômico. São Paulo, Nova Cultura, 1988

SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. A Importância da Certificação de Produtos Orgânicos. 2015. Disponível em: . Acesso em: 01 abr. 2019.

______________. Alimentos orgânicos. 2016. Disponível em: . Acesso em: 01 abr. 2019.

______________. Associativismo: o que é?. 2019. Disponível em: . Acesso em: 27 abr. 2019.

______________. Conheça características importantes para o comportamento empreendedor. 2019. Disponível em: . Acesso em: 29 set. 2019.

______________. O Associativismo cria uma visão de negócios mais igualitária. 2019. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2019.

______________. O mercado para os produtos orgânicos está aquecido. 2017. Disponível em: . Acesso em: 11 mar. 2019.

SHANE, S., & VENKATARAMAN, S. (2000). The promise of entrepreneurship as a field of research. Academy of Management. The Academy of Management Review.

SOUZA, Eda Castro Lucas de. Empreendedorismo: da gênese à contemporaneidade in: SOUZA, Eda Castro Lucas de; GUIMARÃES Tomás de Aquino (org.) Empreendedorismo além do plano de negócios. São Paulo: Atlas, 2005.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

YOUNG, W.; TILLEY, F. Can businesses movebeyond efficiency? The shift toward effectiveness and equity in the corporate sustainability debate. Business Strategy and the Environment, n. 15, v. 6, p. 402-415, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 Atelier Brasil
Rua Pe. Guilherme Pompeu, 01, Centro
06501-055, Santana de Parnaíba, São Paulo, Brazil
(e-ISSN 2236-210X – DOI 10.24883)

Contato institucional: profdrpassos@gmail.com.br



  Indexadores e Diretórios                    
             


SitesDOMÍNIO PÚBLICO CAPES l IAFIE l SCIP l IAFIE l USP l FMU  l ABRAIC SEER/IBICT  l ISSN l EventosANPAD l NormasABNT

 

                                                                              Visualização no Brasil e no Mundo por localização e período